quarta-feira, 3 de junho de 2015

Tipos de rastreamentos

Formas que o rastreador usa para determinar sua posição:

Existem no mercado algumas formas que o rastreador pode determinar o posicionamento de um veículo: GPS (Global Positional System),  triangulação de antenas, LBS e A-GPS.

Posicionamento via GPS.

Nos rastreadores usando GPS, o aparelho determina sua própria posição após conectar-se a pelo menos 4 satélites de uma constelação de satélites americanos. Com essa conexão é possível determinar a posição geográfica, data/hora e velocidade.
Após isso, ele deve enviar esse dado para o celular do usuário ou para uma central de monitoramento, que irá mostrar graficamente a localização do veículo. Esse envio pode ser feito via celular (geralmente via GPRS) ou via satélite (satelital).
Para o envio via SMS ou GPRS o rastreador usa um chip GSM.
Para envio via satélite na comunicação com as unidades em terra, o satélite envia a posição do veículo a uma estação terrena de comunicação que por sua vez envia as estações intermediárias, servidores, ou mesmo diretamente aos computadores, possibilitando a localização dos veículos (para esse tipo de comunicação é necessário ter um contrato de concessão de uso dos satélites).
É possível também a comunicação inversa, tanto no rastreador via GPRS quanto no satelital, por exemplo, é possível o envio de comandos como bloqueio entre outros.
Esse sistema se destaca pela cobertura, pois o GPS pode ser detectado  em qualquer lugar do mundo, não havendo assim limitações no rastreamento.


Posicionamento via A-GPS

GPS assistido (A-GPS) é um sistema que pode, sob certas condições, melhorar o desempenho de inicialização, pois recebe dados de suporte através de uma conexão de dados (por exemplo, GPRS ou 3G), ajudando seu aparelho a calcular as coordenadas da sua posição atual quando recebe informações de satélites.
O A-GPS geralmente é usando em aparelhos que o receptor GPS não é muito preciso, utilizando assim as redes GSM e WIFI para aprimorar o posicionamento.

Fonte: Istoé
Curiosidade:  o GPS é o nome dado as satélites que estão sobre o controle dos Estados Unidos, existe outro lote de satélites que são de propriedade da Rússia, esses são Chamados de GLONASS.

Posicionando via Triangulação de antenas.

No sistema de rastreamento por triangulação de antenas, uma rede de rádio é montada exclusivamente para esse fim ou alugada por empresas de rádio. As antenas recebem o sinal de rádio de um equipamento instalado no veículo e, com base nesse sinal e na posição conhecida das antenas, calcula-se a posição do veículo.
Se o sistema é dedicado (montado exclusivamente para esse fim) não há necessidade nesse caso de um segundo meio para envio da informação de posição como no caso do GPS que precisa do GSM ou do satelital. Tudo é feito via própria rede de rádio montada para o serviço.
Se for uma concessão de uso da rede, geralmente é necessário o uso dos serviço de dados GSM.
Esse tipo de rastreamento é caracterizado por ser algo local, tendo em vista que o posicionamento só abrange onde existe cobertura de antenas instaladas.
Existem varias modalidades de sistemas online sendo pagos e gratuitos.

Serviços baseados em localização (LBS).

São uma classe geral de serviços de nível de programa de computador que usam dados de localização para controlar os recursos. Como tal LBS é um serviço de informação e tem uma série de usos em redes sociais hoje, como um serviço de entretenimento, que é acessível aos dispositivos móveis através de rede móvel e que usa informações sobre a posição geográfica do dispositivo móvel. Isto tornou-se cada vez mais importante com a expansão dos mercados de smartphones e tablets.
Alguns rastreadores utilizam esse serviço como opção de posicionamento quando o sinal GPS não está disponível.
O sistema de triangulação de antenas e de LBS são bem similares, seja a imagens abaixo:

Nos próximos posts iremos falar um pouco sobre os tipos de comunicação.

sábado, 30 de maio de 2015

Como funciona o rastreamento GPS.

Sabe como funciona o rastreamento GPS?
Os rastreadores GPS cada dia mais tornam-se algo comum em nossas vidas. E você sabe como eles funcionam e de onde vieram?
Rastreadores são equipamentos utilizados em veículos terrestres, aéreos e marítimos para monitorar informações geográficas da localização do mesmo, seja para o fim de segurança de carga valiosa, controle de frota, otimização dos procedimentos logísticos e cada dia mais comum segurança pessoal.
Existem no mercado duas formas em que um rastreador pode determinar o posicionamento de um veículo: GPS (Global Positional System) e triangulação de antenas.
Nos rastreadores usando GPS, o aparelho embarcado determina sua própria posição após conectar-se a pelo menos 4 satélites de uma constelação de satélites americanos. Com os dados recebidos, o equipamento rastreador pode calcular a sua posição, e por consequência a posição do veículo em que está embarcado.
O satélite fornece para o rastreador dados como data/hora e velocidade, além das coordenadas geográficas.
Com essas informações o rastreador envia os dados para um servidor online ou por SMS para o celular do cliente.
Veja abaixo uma ilustração que representa bem o funcionando do rastreador:

Nos próximos posts iremos falar sobre os outros tipos de rastreadores.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Roubos de carros.

http://www.diariosp.com.br/mobile/noticia/detalhe/71739/polcia-prende-trio-suspeito-de-roubar-cargas